quinta-feira, 9 de junho de 2011

Peixe prego... Use com moderação

Esta é uma postagem de "utilidade pública", já que na anterior disse que prepararia uma receita com peixe prego no Dia dos Namorados...
Vocês já comeram este peixe? Eu, há muito pouco tempo atrás, nem sabia que existia, até o dia que encontrei em um restaurante que costumo almoçar. Peguei um pedacinho pequeno pra provar e foi amor a primeira garfada, adorei a textura e achei o sabor delicioso. Outro dia pedi um combinado de sushi e veio um sashimi de peixe prego - amei! Resolvi que este se tornaria meu peixe preferido! 
Ontem no almoço, mais um encontro com o tal peixe... Peguei dois pedaços generosos e matei a minha vontade. Logo depois da refeição senti que pesou, que era um peixe gordo e que eu tinha exagerado... Tomei chá verde, chá de hortelã, muita água e nada daquele mal estar passar. Em menos de duas hora comecei a vivenciar os efeitos colaterais do peixe... 
Eu não sabia, mas o tal peixe é conhecido por provocar um forte desarranjo intestinal, por conter uma grande quantidade de um óleo chamado gempylotoxin, que os humanos não processam.
Em alguns países a venda desse peixe é proibida e em outros, é recomendada a moderação. No Brasil, este peixe também é conhecido como  anchova negra.
Depois do que eu passei ontem, não pretendo consumi-lo novamente, mas ainda assim acho um peixe bem gostoso que vale ser experimentado, com muita, muita moderação...
Mais informações em:

24 comentários:

  1. Não conhecia o efeito colateral de peixe algum. Mas se o sabor vale a pena, ótimo!
    Consumir com moderação;
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Otima dica, eu não conhecia esse porém do peixe ...


    abraço

    Daniel Deywes
    http://feitonahora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Vixe, Ju, espero que você esteja bem...já pensou se passa mais um pouco e dá um efeito pior? Obrigada por avisar!

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi!!!!Não conhecia esse peixe, mas é bom saber dos efeitos colaterais , pena que vc descobriu na pratica. Venho sempre bisbilhotar e até ja fiz uma das suas receitas.Espero que estejas melhor. Um abraço da Eliane.

    ResponderExcluir
  5. Menina, não sabia desse peixe não....bom saber, já não sou muito "cascuda" pra peixe, imagina um que em grandes quantidades faz mal! Melhoras pra ti, guria!

    ResponderExcluir
  6. Jú, não sabia disso! Que bom que você compartilhou a informação conosco. Em casa consumimos muito peixe e eu poderia passar por isso sem saber. Obrigada!
    Beijos,
    Fabi

    ResponderExcluir
  7. Oi Ju! Eu já havia escutado comentários sobre os "efeitos colaterais" do tal peixinho, mas com o teu relato terminei de perder a coragem de experimentar...hehehhe.Bjs

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho esse efeito com o salmão... é ir no japonês e sentir o mesmo que você. Nunca fiz o prego em casa. Só comi cru e na rua. Se tiver alguma receita para compartilhar, be my guest!

    ResponderExcluir
  9. Nossa Ju, eu amo esse peixe, não sabia desse efeito colateral.
    Agora entendo porque meu marido passa mal algumas vezes que vamos ao restaurante japonês! bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Ju, eu também AMO esse peixe!!! E no Alto Mar dessa semana o mencionaram rapidamente, inclusive por ser um peixe "gordo". Eu nunca o consumi sem ser sashimi...
    Mas valeu a dica!!!!
    Beijo grande!!!!

    ResponderExcluir
  11. Minha amiga, esse peixe é sem dúvida uma delicia ,fiz um jantar para comemorar o niver de meu filho com o tal peixe ,todos ficaram evacuando oleo puro, e sem contar com o enjoo. Prego nunca mais, um abraço.

    ResponderExcluir
  12. Ola.....boa tarde! Bom, eu tbm nao conhecia esse peixe, mas essa semana fui a um restaurante japa e experimentei......comi muuuuuuuito desse peixe, eh muito saboroso, mas nao senti os efeitos colaterais.....acredito que isso varia de pessoa pra pessoa.....bom, eu recomendo pois eh muito gostoso.....aos de estomago sensivel, "peguem leve". Abs

    ResponderExcluir
  13. DEUS mim livre desse PEIXE !!!
    Não podia nem PENSAR em PEIDAR que expelia ÓLEO,
    DEUS é mais !!!

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. kkkkk....eu tb passei maus momentos com esse peixe...era puro óleo...

    ResponderExcluir
  16. Nossa verdade!!! Comi este peixe muito gostoso e depois tive um desarranjo intestinal também Mas falando sério !!!! Não vou deixar de comer, mas sei que não poderei exagerar da proxima!

    ResponderExcluir
  17. sempre comi e nunca me fez nenhum mau que outros peixem em excesso principalmente cru já não tenha feito.

    ResponderExcluir
  18. jah conhecia esse peixinho ainda bem que a gente evacua puro óleo , já pensou se quem passa-se mal com o peixe evacua-se pregooooooooo!!!!!

    ResponderExcluir
  19. muito preocupado com minha situação fui procurar na internet e descobri esse post, realmente isso é um fato, ontem comi um sushi de peixe branco, e hoje....vcs leram acima kkkkkkk
    como nunca havia acontecido fiquei preocupado, mas agora vi que vou sobreviver rsss

    ResponderExcluir
  20. ''Humano não processa esse óleo" - Acho que não sou humano porque como pra caramba esse peixe e nunca passei mal. - Pode ser porque estou virando saia jin 2. - Abrass, Goku

    ResponderExcluir
  21. Céus.sai um óleo cor de laranja fedido q mancha a roupa.perde o controle do esfincter.nunca mais vou comer este peixe

    ResponderExcluir
  22. não se trata nem de evacuar óleo, ele simplesmente escorre sem esforço algum. é alaranjado e me lembrou um oouco o dendê. mas no meu caso, não cheguei a passar enjoos, só tive um leve desarranjo.

    ResponderExcluir
  23. Gente, ontem comi esse peixe assado num restaurante super chique, deram um pedaço gigante e hoje estou pagando as consequências! Peixe prego nunca mais! Restaurante Quaranta de Curitiba, além de ter sugerido o prato, deveriam ter me avisado! �� (desculpem se tiver erros, sou estrangeira)

    ResponderExcluir
  24. O que tomar ou comer para isso passar? Fica quantos dias?

    ResponderExcluir